quinta-feira, 24 de junho de 2010

kULTURA




O tempo é pequeno, distraído.

"Pois que passe depressa e acabe, logo que se cumpra a função. Não tenho tempo."

Nex Molior.

"Espelho meu, espelho meu, existe alguém mais, do que eu?
Estou cheio de idéias, mas não quero muitas letras; que sejam poucas - pois que explicações são para quem nada percebe."

É tudo pequeno, e mesmo o que demora não permanece.

"Mas é muito divertido."

*

Tempos fétidos estes, em que nada cheira.
Essências, sal e pedra, há muito que abandonaram estas terras na barca da memória.

2 comentários:

witch disse...

O tempo não é um lugar...
Mas este é um lugar secreto no meio de um monte.


Kissss...

Calíope disse...

O tempo parece muitas vezes o não-tempo. Ou talvez seja só imaginação nossa de um tempo sem limites, puro.